domingo, 20 de setembro de 2009

We can live like Jack and Sally if we want




Gostaria de ter gravado cada respirar nosso, desde que o conheci. 
A memória me trai, cada vez mais.
Talvez por isso eu ame as letras e sua concretude. Ainda que os sentimentos não sejam nada concretos. Tão incertos, quanto o decorrer das horas. Mas eu posso repetir mais uma vez, que minha teimosia só insiste em você. 
 Talvez pela sua voz, e a certeza que me confia. Pelas palavras doces, que só você é capaz de me fazer ouvir, e acreditar.
Talvez pelo modo como você me faça rir, das coisas mais corriqueiras, ou pelo modo como me lê. Ou ainda pelo modo como me viro e desviro de preocupação, de ter a sensação estranha de que você é de verdade.
Talvez eu ame dividir meus dias todos com você. Ainda que esses tantos KM insistam em nos separar.
O amor não precisa de motivos, ele tem sempre razão!

Sara 


7 comentários:

zander disse...

Muito bom Post Sara.
esse tal de amor q nos traz sempre tantas duvidas, quase nunca certezas.
ashahshah

Mariana disse...

kkkkkkkkk mto bom sara, mto bom
o amor é o ridiculo da vida vey, ele eh um regaço

Kbabó disse...

Nossa Sara, muito foda o texto, gostei d+, o Amor é o maior "ser ou não ser, eis questão" de todos os tempos ;DD
PARABENS!!

Istendido disse...

Parabéns Miguxa !!!
fiko muito legal :D

Ruivo disse...

Putz, você é demais! Escreve demais! E ainda tem esse sentimento nobre que é o amor. Aliás, você é o amor! Sorte do cara que te inspirou pra esse texto.. Uma pena não ser eu kkkkkkkkkkkkkkkk Beijos Querida! ç;

Anônimo disse...

Quem é mais sentimental que eu? kkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Hello. Often the Internet can see links like [url=http://www.whitehutchinson.com/aboutus/]Buy cialis without prescription[/url] or [url=http://www.rc.umd.edu/bibliographies/]Buy cialis without prescription[/url]. Is it safe to buy in pharmacies such goods?